Logotipos da CMTC e da SPTrans. O logotipo da CMTC está a esquerda e é composto por um circulo oval, sobreposto por um retângulo, ambos com preenchimento branco e contornos em linhas azuis. Ao centro do retângulo, as letras CMTC. O logo da SPTrans está à direita. É composto por uma letra T maiúscula (estilizada na cor vermelha com linhas brancas) à esquerda do texto SPTrans em itálico. Abaixo dos logos, o texto Mais de 70 anos de experiência
Logotipo da SPTrans
Brasão da Cidade de São Paulo. Abaixo, os textos: Cidade de São Paulo - Mobilidade e Transportes
FILTROS:

m




FILTROS:


 
Foto panorâmica mostrando o interior do Museu dos Transportes, com diversos veículos históricos.

Museu dos Transportes

Av. Cruzeiro do Sul, 780 - Canindé - SP - Próximo à estação Armênia do Metrô

MuseU DOS TRANSPORTES PÚBLICOS GAETANO FEROLLA 

O museu guarda relíquias, como o primeiro bonde a circular no Brasil - no Rio de Janeiro, em 1859, e em São Paulo, em 1872 - até o primeiro trólebus de fabricação nacional, produzido em 1960.

Integram o acervo da instituição sete veículos, cerca de 1.500 fotos e 1.500 livros, além de móveis, objetos e documentos sobre a evolução do transporte urbano.

Fundado por iniciativa do ex-funcionário da CMTC, Gaetano Ferolla, e enriquecido por doações de colecionadores e instituições, o museu foi inaugurado em 1985 e atualmente é mantido e administrado pela SPTrans.

No museu, a romântica imagem da cidade de São Paulo do século XIX, com seus bondes abertos puxados por animais, continua preservada.

No jardim que recebe visitantes, bancos e luminárias retratam a década de 20. Lá está instalado um bonde de areia, cuja função era espalhar areia nos trilhos para evitar derrapagens dos veículos que carregavam passageiros.

Salões

BONDE DE TRAÇÃO ANIMAL

O primeiro a chegar ao Brasil circulou em São Paulo de 1872 a 1900. Era movido a burros e não tinha portas.
A visita ao Museu começa no salão de viaturas, onde estão os bondes, ônibus e trólebus:

A galeria exibe cerca de 80 fotografias e cartazes publicitários, selecionados para ilustrar as diversas épocas reconstituídas e documentadas no acervo.

No salão de móveis foram colocadas as primeiras carteiras de habilitação da história, que autorizavam cocheiros, barqueiros, motorneiros e, finalmente, motoristas a guiar os vários tipos de veículo. O local expõe ainda passes e carteiras funcionais.

Uma heliográfica de 1954 e uma autenticadora de cheques de 1947 podem ser vistas no Salão de Instrumentos e Documentos, entre diversas outras máquinas antigas, além de filmes de época em 16 mm, um projetor e uma maquete da sede da CMTC.

Máquina selecionadora e contador de moedas.

Visitas

O museu funciona de terça a domingo, das 9h às 17h.
Agendamento de visitas monitoradas para escolas pelo telefone: (11) 3315-8884.
ENTRADA FRANCA.

Localização

Av. Cruzeiro do Sul, 780 - Canindé - SP.
Próximo à estação Armênia do Metrô.

Para obter informações sobre as linhas de ônibus que chegam ao local, ligue para 156.


galeria

Acesse o Museu Virtual