Logo em comemoração aos 25 anos da SPTrans, composto por ícones de ônibus e de localização (ponto de marcação de posição no mapa) à esquerda e à direita, em cores variadas. Ao centro, o texto
Logotipo da SPTrans
Brasão da Cidade de São Paulo. Abaixo, os textos: Cidade de São Paulo - Mobilidade e Transportes
FILTROS:

m




FILTROS:


 
Imagem ilustrativa, contendo a vista aérea de uma estação do Expresso Tiradentes.

Estudante, revalide ou solicite o Bilhete Único!

10 de janeiro de 2020 - 05h56

Não deixe para a última hora! Aproveite o período de férias e revalide/solicite o benefício.

Para garantir o benefício basta fazer o processo pela internet, é rápido e não (é necessário) precisa comparecer aos postos de atendimento. 

Os estudantes podem revalidar o Bilhete Único Estudante agora em janeiro. Todo o processo é realizado pelos canais de atendimento on-line. Primeiro o aluno deve verificar se a instituição de ensino já encaminhou sua matrícula para SPTrans, para isso, ele precisa consultar a situação por meio do site http://www.sptrans.com.br/estudante

Após a confirmação dos dados da matrícula, o boleto é gerado diretamente no site e o pagamento pode ser feito na rede bancária e lotéricas.

Não é necessário imprimir o boleto, basta o número do código de barras para fazer o pagamento. O estudante pode optar por receber o código de barras por mensagem SMS em seu celular. 

Outra opção é o pagamento da taxa de revalidação diretamente pelos aplicativos: Ponto Certo, Qiwi,  Cittamobi e Banco do Brasil (para correntistas).

A quitação da taxa de revalidação também pode ser feita através da página "Bipay" do Facebook, diretamente pelo Messenger, sem a necessidade de baixar o app.

O valor da taxa de revalidação é equivalente a 7 tarifas básicas vigentes.

Os alunos podem consultar se têm direito à gratuidade ou ao desconto de meia-tarifa pelo site http://www.sptrans.com.br/estudante.

Gratuidade

Alunos que desejam obter o benefício da gratuidade no transporte público para o ano letivo de 2020 também poderão fazer sua solicitação por meio do site http://estudante.sptrans.com.br.

Estudantes da rede pública dos ensinos fundamental, médio e técnico podem fazer seu processo todo pelo site da SPTrans e não devem comparecer a um posto. Alunos que já possuem Número de Identificação Social (NIS) válido junto ao CadÚnico, também não precisam voltar ao posto de cadastramento.

  

Baixa Renda - Passo a passo para conseguir a gratuidade

 Exceto para estudantes dos Ensinos fundamental, médio e técnico da rede pública, e beneficiários dos programas Prouni, Fies, Escola da Família e Cotas Sociais

Para a manutenção da gratuidade, deve comparecer no CRAS o estudante ou alguém que more com ele, maior de 16 anos, e levar obrigatoriamente o CPF ou o Título de Eleitor originais, além dos documentos abaixo relacionados de todas as pessoas que moram na casa:  

  • RG, CPF, Carteira profissional, Título de eleitor, Certidão de nascimento OU certidão de casamento;
  • Declaração Escolar de todas as crianças e adolescentes que estudam;
  • Comprovante de residência com CEP (o mais recente possível).

Em São Paulo, as entrevistas são realizadas nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). Para marcar uma entrevista acesse HTTP://agendacadunico.prefeitura.sp.gov.br.

 

Após a entrevista, o CRAS fornecerá o NIS, que o estudante deverá inserir em seu cadastro junto à SPTrans.

 

O convênio entre a SPTrans e a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) tem o objetivo de assegurar o benefício somente aos estudantes que têm esse direito.

  

Ouça a Rádio Mobilidade e fique por dentro das notícias sobre trânsito e transporte na cidade de São Paulo - http://www.sptrans.com.br/noticias/radio-mobilidade/  

Para informações sobre itinerários ligue 156. 

 

Movimento pela Vida Segura no Trânsito

A Prefeitura de São Paulo está promovendo um movimento de conscientização sobre segurança viária, com o objetivo de mobilizar e engajar a população nos esforços para a redução do número de mortes e acidentes no trânsito. Ao longo de 2018, a capital paulista registrou 849 vítimas fatais no trânsito.

A ação, que envolve a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT), a Secretaria do Governo Municipal (SGM) e a Secretaria Especial de Comunicação (Secom), tem como mensagem principal o slogan “Hoje Não. Movimento pela Vida Segura no Trânsito”, baseada no Plano de Segurança Viária – Vida Segura.

Conheça todas as fases e ações do Movimento em prefeitura.sp.gov.br/vidasegura

Assessoria de Imprensa - SPTrans