Montagem com o logo da CMTC se fundindo com o logo da SPTrans.
Logomarca da SPTrans
Brasão da Cidade de São Paulo - Secretaria de Mobilidade e Transportes
FILTROS:

m




FILTROS:


 

SPTrans

Nesta área você fica sabendo um pouco da história da SPTrans e também como o transporte coletivo da cidade de São Paulo funciona e o que é preciso para operar o sistema que movimenta 10 milhões de passageiros por dia útil

Legislação

O Transporte Coletivo Público de passageiros é serviço público essencial e a organização e prestação competem ao município, conforme disposto na Constituição Federal (artigo 30, inciso V) e na Lei Orgânica do Município de São Paulo (artigo 172). A organização desse serviço na cidade de São Paulo está descrita na Lei Nº. 13.241, de 12 de dezembro de 2001, que considera que o poder público está representado pela Prefeitura do Município de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, e que a São Paulo Transporte S/A – SPTrans, empresa de economia mista cujo acionista majoritário é a Prefeitura do Município de São Paulo, é contratada pelo poder público para:

- elaborar estudos para a realização do planejamento do Sistema;

- executar a fiscalização da prestação de serviços; e

- gerenciar o Sistema de acordo com as diretrizes e políticas estabelecidas. 

História

A São Paulo Transporte S/A  - SPTrans foi criada em 8 de março de 1995, em substituição à Companhia Municipal de Transportes Coletivos - CMTC, que teve as suas atividades operacionais transferidas à iniciativa privada. A empresa SPTrans surgiu para atuar na  gestão do sistema de transporte público de passageiros da cidade.

A empresa foi constituída para atender e promover o planejamento do sistema e a programação de linhas e frota, fiscalização, arrecadação, contratação e remuneração das empresas operadoras. E atua, ainda, na área de desenvolvimento tecnológico com estudos e pesquisas sobre novas soluções para adaptação de combustíveis não poluentes na frota existente e outros mecanismos, visando aperfeiçoar as condições de segurança, conforto, acessibilidade, rapidez, economia de combustível e menor impacto ambiental.

Cenário

A SPTrans é responsável pela gestão de um dos maiores sistemas de transporte por ônibus do mundo e  os números que formam esse cenário comprovam a dimensão desse serviço. O atendimento por ônibus na cidade não para nunca. São 24 horas por dia e sete dias por semana, promovendo o deslocamento das pessoas.  São transportados, em média, 10 milhões de passageiros por dia, em uma frota que compreende 14.500 coletivos cadastrados, que percorrem, em dias úteis, 3 milhões de quilômetros, isso significa 74 voltas ao redor da terra. Esses ônibus realizam 200mil viagens programadas nos dias uteis e estão distribuídos em 1.300 linhas, sendo que 150 delas fazem parte do Noturno – Rede de ônibus da Madrugada, das 0 à 4h.

Esse cenário garante a SPTrans com você por toda a cidade

Diretrizes da SPTrans

Visão

Buscar a excelência na gestão do transporte público.

Missão

Assegurar a universalização do transporte público sustentável proporcionando deslocamentos com regularidade, confiabilidade, conforto, segurança e modicidade.

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Sptrans 2018

A Diretoria da SPTrans, atendendo às determinações legais e estatutárias, submete à apreciação e aprovação da Assembleia Geral este Relatório, contendo as principais atividades desenvolvidas durante 2018, acompanhado das Demonstrações Contábeis.

 Relatório da Administração 2018 - Parte 1

Relatório da Administração 2018 - Parte 2

 

SISTEMA DE TRANSPORTE

O sistema de transporte por ônibus forma uma rede integrada de atendimento para permitir o deslocamento das pessoas de forma organizada, rápida e economicamente justa, a partir do uso das integrações oferecidas no Bilhete Único.

Para facilitar a racionalização do sistema, o atendimento, a oferta de coletivos e a integração entre as linhas, a cidade está dividida em oito áreas. Cada área do mapa tem uma identidade, reconhecida por uma cor diferente que também é aplicada nos ônibus dessa região.

Mapa das regiões da Cidade de São Paulo
1
Linhas: 159
Passageiros/dia: 1 MI
Passageiros/mês: 27,4 MI
Frota cadastrada: 1.674
2
Linhas: 162
Passageiros/dia: 1,1 MI
Passageiros/mês: 28,6 MI
Frota cadastrada: 1.806
3
Linhas: 185
Passageiros/dia: 1,25 MI
Passageiros/mês: 30,8 MI
Frota cadastrada: 1.910
4
Linhas: 188
Passageiros/dia: 1,1 MI
Passageiros/mês: 33,1 MI
Frota cadastrada: 1.903
5
Linhas: 143
Passageiros/dia: 0,8 MI
Passageiros/mês: 22,6 MI
Frota cadastrada: 1.377
6
Linhas: 212
Passageiros/dia: 1,3 MI
Passageiros/mês: 36,1 MI
Frota cadastrada: 2.205
7
Linhas: 195
Passageiros/dia: 1,8 MI
Passageiros/mês: 37 MI
Frota cadastrada: 2.141
8
Linhas: 134
Passageiros/dia: 0,7 MI
Passageiros/mês: 18,7 MI
Frota cadastrada: 1.303
Base de dados: Maio de 2019